sábado, 12 de agosto de 2017

Bike Patrulha em Blumenau prendeu 13 pessoas no primeiro mês

Lojistas do Centro de Blumenau veem projeto como alavanca para o comércio de rua

Sobre as lajotas da calçada da Avenida Beira-Rio os pneus da mountain bike 18 marchas giram em velocidade. Param perto de um dos bancos de madeira, que outrora já renderam polêmica por projetarem o peitoral ou as costas para o rio Itajaí-Açu. Ali um policial interpela dois jovens e, após eles prestarem algumas informações, dispensa-os minutos depois. Abordagens como essa são parte da rotina do grupo de policiais militares que atua na Bike Patrulha. O serviço percorre ruas do Centro e completou um mês de atividade ontem.
Nesse período, a equipe que faz o trabalho ostensivo pedalando prendeu 12 pessoas que estavam com mandados de prisão ativos e conduziu 24 pessoas à delegacia por posse de drogas. Esses dois tipos de ocorrências foram os que mais tiveram registros. Mas também houve espaço para a prisão de um suspeito de roubo. Foi logo no segundo dia do serviço, em 11 de julho, quando os PMs prenderam um homem suspeito de roubar um celular de uma pedestre. Ele tentou fugir e se escondeu embaixo da Ponte Adolfo Konder, mas acabou detido antes da chegada de viaturas motorizadas. Em outras duas ocorrências em andamento atendidas, os suspeitos conseguiram fugir com veículos – nesses casos, entram em cena a rádio-patrulha e outras frentes da PM.
Os policiais da Bike Patrulha mostram-se satisfeitos com o primeiro mês do serviço e com o contato mais próximo da população. Alertam que o principal ganho é a prevenção de crimes.
– A principal vantagem é a proximidade, tanto de situações e pessoas desconhecidas ou em atitudes suspeitas, que conseguimos perceber e abordar com mais facilidade, o que inclusive resultou nesse número alto de mandados de prisão cumpridos, quanto com a população, que se sente mais à vontade para nos parar na rua, pedir informações ou denunciar alguma situação suspeita – conta um policial do serviço, que prefere não divulgar o nome por segurança.
Estar livre das amarras do trânsito ajuda os PMs a checarem mais imóveis abandonados usados para consumo ou tráfico de drogas. Foi assim que, na terça-feira, após uma denúncia anônima, a equipe encontrou em uma casa na Rua São Paulo um rapaz suspeito de furtar bicicletas em condomínios da região central da cidade.
Preocupação noturna e possível ampliação de ruas 
Márcia Day Jagielske trabalha há dois anos em uma lanchonete da Avenida Beira-Rio e acha que o serviço da Bike Patrulha ajudou no último mês. No entanto, gostaria de vê-los mais vezes por dia na rua para identificar possíveis suspeitos que circulariam despreocupados por ali. O cabeleireiro Júnior de Mello, 32 anos, acredita que iniciativas como essa sempre auxiliam a inibir a criminalidade, mas mostra uma preocupação maior com o período depois das 18h, quando as ruas ficam mais vazias.
O comandante da PM de Blumenau, tenente-coronel Jefferson Schmidt, conta que a aceitação da população à proposta ficou acima do esperado e cogita ampliar a patrulha às ruas como 2 de Setembro, 7 de Setembro, Amazonas e Engenheiro Paul Werner.
– Eles entram em lugares que a Rocam e outras viaturas não entram, como praças e parques, ajudaram a melhorar os índices do Centro. Estamos satisfeitíssimos – pontua o comandante.
Entidades veem projeto como alavanca para o comércio de rua
A sensação de segurança que os policiais da Bike Patrulha trazem ao Centro é o principal empurrão que as entidades de classe acreditam que será dado ao comércio de rua. Com reclamações principalmente referentes ao uso de drogas e à insegurança após o fim do expediente, Câmara de Dirigentes Lojistas de Blumenau (CDL) e Sindilojas veem o projeto como o pontapé para a retomada do crescimento dos comércios que ficam além de shoppings centers. São fatores que somados, fazem com que gradativamente o público retorne a frequentar lugares nas ruas XV de Novembro e transversais, por exemplo, como ocorria no passado.
– O importante é que quem trabalha no Centro possa sentir essa segurança e passe isso adiante para o consumidor. Aí vai virar uma onda. Quanto mais pessoas perceberem isso, mais haverá reflexos na economia também, obviamente – avalia Emílio Schramm, presidente do Sindilojas.
Na opinião de Hélio Roncaglio, presidente da CDL, o projeto é importante, mas pode ser aperfeiçoado se quiser ser um fator a mais para a valorização do comércio de rua. A sugestão é de que mais um posto seja instalado em outro ponto do Centro – como o início da Rua XV –, o que, na opinião de Roncaglio, traria mais facilidades de logística à Polícia Militar em caso de atendimento a ocorrências ou até mesmo rondas.
– Com a polícia aumentando a patrulha no Centro, o consumidor vai ficar mais protegido e as lojas poderão manter as portas abertas por mais tempo. Acho que está ótimo, é uma excelente iniciativa, mas sempre pode melhorar – sugere o presidente da CDL.
Bike Patrulha em Blumenau prendeu 13 pessoas no primeiro mês Lucas Correia/Agência RBS

domingo, 6 de agosto de 2017

11ºBPM RETOMA AÇÕES DE POLICIAMENTO COM BICICLETAS

O Policiamento Ostensivo com bikes, neste primeiro momento, será focado nos bairros Vila Ipiranga, Jardim Europa, Chácara das Pedras e Três Figueiras localizados em Porto Alegre.
Na quinta-feira ocorreram na Vila Ipiranga e Jardim Europa. Com fardamento adequado à modalidade, os policiais militares atuarão de forma preventiva, transmitindo à população a sensação de segurança.
3ad7af8f-1bcf-4451-8351-fb51fbdb91f0395872f9-9eef-49d0-9d81-a587c136568f

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

SEGURANÇA REFORÇADA

Brigada Militar lança nova modalidade de policiamento em Farroupilha

A Brigada Militar de Farroupilha lançou no inicio da semana uma nova modalidade de policiamento, trata-se do policiamento com bicicletas. A modalidade foi apresentada a comunidade durante o evento “6 horas de Pedal”, que aconteceu no último domingo, dia 30, no Santuário de Carravaggio.
Bicicletas darão uma maior mobilidade aos policiais. Foto: Divulgação/Brigada Militar
Conforme a comandante do 36º Batalhão de Policia Militar (36°BPM), Tenente-coronel Cristine Rasbold, o policiamento feito com bicicletas vem para reforçar o patrulhamento na área central da cidade.
” O objetivo é aproximar o trabalho da Brigada Militar com a comunidade, e também reforçar nosso policiamento nas áreas centrais da cidade. Um trabalho que já foi testado no domingo passado em Caravaggio e teve uma resposta muito boa da comunidade”, salientou.
O policiamento com bicicletas será feito pelos soldados Murias e Paulo, que já estão habituados com a rotina do pedal. De acordo com o soldado Murias, o principal objetivo do policiamento com bicicletas é a aproximação da Brigada com a população.
“Será um trabalho inovador em Farroupilha, e que vem com esse intuito de aproximação com a comunidade e facilidade no deslocamento pelas áreas centrais da cidade. É um trabalho que vem pra somar principalmente no atendimento às ocorrências na área comercial uma vez que com as bicicletas os policiais terão uma mobilidade maior”, destacou.
De acordo com o comando do 36° BPM, sempre que as condições climáticas colaborarem o policiamento com bicicletas será desenvolvido no centro de Farroupilha.

Comando do 2º BPM implementa policiamento ciclístico em Vila Valério

O objetivo é reforçar o policiamento ostensivo na região, disse o tenente-coronel Sebastião Aleixo.
‘BIKE-PATRULHA’ está em atividade no município.
 O comandante do 2º BPM, tenente-coronel Sebastião Aleixo Batista, não cessa de receber elogios por parte da população da região Noroeste do Estado, pela forma como vem desempenhado sua função desde que assumiu o comando da Unidade.
Dessa vez, os elogios foram feitos pela população de Vila Valério, durante a implantação do Policiamento Ciclístico, conhecido também como “Bike-patrulha”. Para o tenente-coronel Aleixo, essa modalidade de policiamento tem o objetivo de intensificar o policiamento ostensivo e, sobretudo, elevar a presença física dos policiais militares nas áreas comerciais, onde o fluxo de pessoas é maior.
Esse tipo de policiamento aproxima a polícia da comunidade e agiliza o atendimento ao público. Trata-se de um policiamento comunitário de proximidade, no qual o contato do policial com os demais cidadãos torna-se central. Além do mais, a bicicleta é um transporte saudável ao meio ambiente e ao próprio policial, disse o comandante.
A equipe é composta de dois policiais militares que receberam treinamento especial para atuarem nessa modalidade de policiamento. Para o comandante da 3ª Companhia que abrange os municípios de São Gabriel e Vila Valério, capitão Baltazar Rubim Garcia, as bicicletas irão ampliar as ações da polícia na cidade, bem como proporcionar mais segurança à comunidade.
Ainda segundo o capitão Baltazar, além da Bike-patrulha foi reforçado também o Policiamento Escolar nos municípios de São Gabriel da Palha e Vila Valério.
“Estamos realizando visitas periódicas nas escolas da zona urbana e também da área rural. Durante as visitas, nossos policiais conversam com professores, diretores e alunos”. O objetivo do reforço é levar mais segurança e afastar possíveis infratores nas escolas.
O oficial disse ainda, que essas ações fazem parte do planejamento estratégico implementado pelo comandante do 2º BPM, tenente-coronel Aleixo.

Policiais da Bike Patrulha prendem assaltante no centro de Montes Claros


Um homem, de 31 anos, foi preso, no final da tarde desta segunda-feira (31), na rua Governador Valadares, no centro de Montes Claros, após roubar um celular de um homem dentro de um bar na região.
A vítima, um homem de 34 anos, disse que estava no comércio quando foi surpreendido por Rodrigo da Silva, que tomou o celular dele e correu. Imediatamente a vítima foi atrás e alcançou o homem.
Os dois entraram em luta corporal e no momento que o assaltou pegou uma faca e começou a ameaçar a vítima, policiais chegaram.
A equipe da Bike Patrulha socorreu a vítima, apreenderam a faca, prenderam o homem e recuperaram o celular roubado.
O assaltante foi levado para a delegacia de plantão.

Ciclopatrulha recebe visita de comitiva da Agência de Cooperação Internacional do Japão

Na sexta-feira,por volta das 13 horas, policiais militares do Posto de Policiamento Ostensivo da Ponta Negra, recebeu visita da Comitiva responsável pela multiplicação da Polícia Comunitária no Brasil da Agência de Cooperação Internacional do Japão, representada no Brasil por Hisami Ohashi, a líder do Projeto japonês e Nobuyuki Kimura, Coordenador de Projetos da Agência nipônica, que foi conhecer de perto o policiamento ostensivo preventivo de segurança desenvolvido diariamente no calçadão e na Praia de Ponta Negra por meio de ciclopatrulha, uma modalidade de policiamento comunitário.
 
Acompanhados pela Capitão PM Priscila e pelo Capitão PM D. Souza, os técnicos japoneses foram recepcionados pelo Comandante do Ciclopatrulha, 1º Tenente Roberto Vieira, que, primeiramente, apresentou a sede do Pelotão da 19ª CICOM e sua estrutura organizacional composto por policiais ciclistas, realizando posteriormente uma demonstração do processo de policiamento, explicando o histórico, o objetivo e a funcionalidade do policiamento, bem como a doutrina utilizada no policiamento e a relação aproximada do policial com a comunidade, essencial  ao bom funcionamento do projeto da Polícia Militar para manter a tranquilidade e integridade de todos os cidadãos amazonenses e visitantes que estejam em lazer no balneário mais concorrido de Manaus.
 
Posteriormente o Comandante da Ciclopatrulha acompanhou a Comitiva Nipônica por um rápido passeio no entorno do Parque Ponta Negra, onde puderam verificar a atuação do policiamento na prática, o que chamou a atenção dos membros da comissão elogiaram a forma como foi executado o projeto  e compararam o policiamento  ciclístico, pioneiro na região Norte, ao que hoje é realizado no Japão com muita eficácia.
 
E para demandar ainda mais a segurança no complexo da Ponta Nega, a Polícia Militar informa os contatos para denúncias que podem ser feitas diretamente ao Comandante da 19ª CICOM, Capitão PM Botelho no telefone:(92) 98842-1728, ou ao Cmt da Ciclopatrulha, 1º Tenente PM  Roberto Vieira diretamente na Unidade Policial localizada na Avenida Coronel Teixeira, s/nº (Parque da Ponta Negra). Ou ainda através do “Linha Direta” (92) 98842-1763/99392-2456.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

“Guarda com Bike” recebe capacitação da Polícia Militar


Os guardas municipais que estão atuando na “Guarda com Bike” participaram,de uma formação em policiamento de bicicleta, ministrada pela PM. A entrega dos certificados foi realizada na sexta-feira , no gabinete do prefeito de Pindamonhangaba, Isael Domingues, com a presença do comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar do Interior “General Júlio Salgado”, tenente-coronel PM Mauro Akira Morishita, e do comandante PM de Pindamonhangaba, capitão PM Ricardo Prolungati.
Inicialmente, a “Guarda de Bike” é formada por cinco guardas municipais, que participaram dessa formação. O instrutor foi o cabo PM Clóvis, que é formado como multiplicador em policiamento com bicicleta, e transmitiu importante conteúdo para a formação dessas equipes da Prefeitura.
De acordo com o secretário de Proteção e Bem-Estar ao Cidadão, José Sodário Viana, essa formação contribui para que os guardas municipais tenham as técnicas de policiamento de bicicleta, garantindo mais segurança pessoal e para a comunidade. “Há previsão de ampliação no grupo de guardas de bicicletas na cidade e será montado um novo curso para a formação dessas novas equipes”, adiantou o secretário. Atualmente, os “Guardas com Bike” realizam a ronda no Parque da Cidade, Bosque da Princesa e nas principais praças centrais da cidade.
Segundo o prefeito de Pindamonhangaba, Isael Domingues, esse novo patrulhamento vai colaborar com a segurança da cidade. “Os principais objetivos do projeto são garantir a segurança do cidadão, por meio de melhores condições de trabalho e aperfeiçoamento dos guardas que, além das bicicletas personalizadas, também ganharam uniformes e novos equipamentos de segurança”, afirmou o prefeito.
Além da capacitação dos guardas de bicicleta, a Prefeitura está ampliando a parceria com a Polícia Militar para a realização de outro evento de formação e capacitação, desta vez direcionado para todos os 106 guardas e 17 agentes de segurança municipais. Será um simpósio abrangendo diversos temas voltados à segurança e patrulhamento, previsto para ser realizado em maio.