terça-feira, 27 de agosto de 2013





Orla de Macapá terá policiamento 



ciclístico

Agentes terão uma semana de treinamento até a implantação do projeto.
15 militares atuarão em conjunto com 15 guardas municipais na orla.




Aula inaugural do projeto Ciclo Comunitário no 1º Batalhão da Polícia Militar do Amapá (Foto: Jorge Júnior/Agência Amapá)Aula inaugural do projeto Ciclo Comunitário no 1º Batalhão da PM (Foto: Jorge Júnior/Agência Amapá)
Frequentadores da orla de Macapá passarão a contar com policiamento ciclístico. Os assaltos registrados toda semana no Parque do Forte, um dos pontos mais visitados, deixam a população amedrontada.
O tenente Arilson Nascimento, do 6º Batalhão da Polícia Militar do Amapá (PM), chegou a alertar recentemente os casais para que evitem os pontos escuros do Parque para não facilitar a ação dos assaltantes.
Frequentadores do Parque do Forte ficam com medo de assalto registrado toda semana (Foto: Maiara Pires/G1)Frequentadores do Parque do Forte dizem temer assaltos (Foto: Maiara Pires/G1)
Uma viatura da Polícia Militar (PM) já circula no local de 17h às 23h, diariamente, além das rondas a pé, feitas por uma equipe composta de cinco policiais. Agora, o policiamento será reforçado com uma equipe de 15 militares de bicicleta que atuará em conjunto com mais 15 guardas municipais sobre duas rodas, por todo o bairro Santa Inês.
A aula inaugural dos agentes que atuarão no policiamento ocorreu na sexta-feira (16). O treinamento retornou nesta segunda-feira (19), e vai até sábado (24), segundo informou o chefe da Divisão de Imprensa da PM, capitão Pedro Davi. Os horários das rondas serão de 6h às 10h e das 17h às 21 horas.
Welinton Viana diz que o policiamento o deixará mais seguro porque fica distraído fazendo exercício (Foto: Maiara Pires/G1)Welinton Viana diz que o policiamento levará mais segurança aos que ficam distraídos fazendo exercícios físicos (Foto: Maiara Pires/G1)
O universitário Charles Welinton Viana, de 26 anos, mora no bairro Jesus de Nazaré. Ele conta que sempre vai de bicicleta ao Parque do Forte para fazer exercícios físicos. Para o ciclista, as rondas policiais o deixarão mais seguro. "A gente fica distraído, concentrado e se torna alvo fácil dos meliantes", preocupa-se.

O reforço na segurança pública trata-se do projeto Ciclo Comunitário, implementado pelo 1º Batalhão da PM. De acordo com o comandante do 1º Batalhão, tenente-coronel Protásio, a intenção é que o projeto seja expandido para outros bairros de Macapá e também aos demais municípios.
A agente penitenciária, Euciane Santos, de 27 anos, também frequenta o local para caminhar. Ela espera que os policiais percorram toda a área do parque. "Assim vai ficar mais fácil de eles entrarem em pontos que não podem entrar viaturas", avaliou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário